Política Internacional

Mulheres Líderes da Europa no combate à pandemia de Covid-19, por Robson Rael

Mulheres sofrem com um viés negativo em relação a capacidade de liderança. De acordo com o Relatório Human Development Perspectives: Tackling social norms – a game changer for gender inequalities do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD, 2019), cerca de 50% dos entrevistados de 75 países concordam com a afirmação: “homens são líderes melhores do que mulheres”. A organização The Global Health 50/50 (2019) afirma “a maior desigualdade está no topo”, a qual é verificada pelo percentual de 72% de chefias do executivo no mundo ocupada por homens em 2018. No ano de 2019, apenas 19 mulheres ocupavam cargos de chefe de Estado ou chefe de governo nos países democráticos (UN WOMEN, 2019).

Em contraste ao referido viés, várias matérias jornalísticas realçam o papel de lideranças femininas no combate à pandemia de Covid-19 (CARBONARO, 2020; HENLEY E ROY, 2020; SABARINI, 2020; TAUB, 2020; ZALIS, 2020). As líderes mais citadas são Jacinda Ardern (Primeira Ministra da Nova Zelândia), Angela Merkel (Chanceler da Alemanha), Katrín Jakobsdóttir (Primeira Ministra da Islândia), Sanna Marin (Primeira Ministra da Finlândia), Erna Solberg (Primeira Ministra da Noruega), Mette Frederiksen (Primeira Ministra da Dinamarca) e Tsai Ing-wen (Presidente de Taiwan).

No entanto, as referidas matérias colocam de maneira genérica que muitas mulheres chefes do executivo estão fazendo um bom trabalho em relação à pandemia e poucas estão tendo um mau desempenho. Para analisar a performance de lideranças femininas em comparação com lideranças masculinas, com um detalhamento maior no tema em questão, pode-se delimitar a abrangência da análise ao Espaço Schengen. Trata-se de uma área no continente europeu, sem fronteiras internas e com uma fronteira externa comum (EUROPA, 2020). O referido Espaço foi escolhido para análise devido à livre circulação de pessoas, pela existência de uma base institucional mínima comum e pela transparência dos dados provenientes de seus países membros. A livre circulação de pessoas não é absoluta, pois durante os primeiros meses da pandemia, países membros do Espaço Schengen fecharam as suas fronteiras. Um indicador válido para investigação é a quantidade de casos ativos de Covid-19 nas populações, os quais representam a quantidade total de casos de um país menos as quantidades de recuperados e mortos (WORLDOMETERS, 2020).

Muitos fatores podem influenciar o registro da quantidade de casos ativos de Covid-19 num país, como o tamanho da população, a taxa de contágio, a intensidade de testes realizados, entre outros (OUR WORLD IN DATA, 2020; MANGENTA, 2020). Na presente análise, para controlar pelo menos a variável população, a quantidade de casos ativos identificados em cada país é dividida pelo respectivo número de habitantes. Além disso, multiplica-se o resultado da divisão por 1.000.000 para se chegar a um índice de casos ativos por milhão. O Espaço Schengen possui 26 membros, dos quais 7 são liderados por mulheres e 19 são liderados por homens. Pela ausência de dados de casos ativos de Covid-19 provenientes de Espanha, Holanda e Suécia, os três países foram excluídos da análise, de modo a serem considerados 16 países liderados por homens. Enquanto nos países presidencialistas considera-se como líder o(a) presidente, nos países parlamentaristas considera-se como líder o(a) primeiro(a) ministro(a). Efetuando-se os cálculos acima, chega-se aos seguintes resultados das tabelas abaixo:

Tabela 1: Desempenho de Líderes Mulheres no Espaço Schengen

País Líder Chefe de Governo População Casos Ativos de Covid-19 Casos Ativos por Milhão
Alemanha Angela Merkel Primeira Ministra 83.787.898 6.365 75,97
Bélgica Sophie Wilmès Primeira Ministra 11.590.339 35.154 3.033,04
Dinamarca Mette Frederiksen Primeira Ministra 5.792.500 336 58,01
Finlândia Sanna Marin Primeira Ministra 5.540.854 228 41,15
Islândia Katrín Jakobsdóttir Primeira Ministra 341.272 16 46,88
Noruega Erna Solberg Primeira Ministra 5.421.769 541 99,78
Suiça Simonetta Sommaruga Presidente 8.655.427 1.050 121,31
TOTAL 123.915.020 44.845 361,90

Fonte: Elaboração própria com dados extraídos de EUROPA (2020) e WORLDOMETERS (2020).

Tabela 2: Desempenho de Líderes Homens no Espaço Schengen

País Líder Chefe de Governo População Casos Ativos de Covid-19 Casos Ativos por Milhão
Áustria Sebastian Kurz Primeiro Ministro 9.007.093 1.012 112,36
Chéchia Andrej Babiš Primeiro Ministro 10.709.288 4.309 402,36
Eslováquia Igor Matovič Primeiro Ministro 5.459.685 271 49,64
Eslovênia Janez Janša Primeiro Ministro 2.078.943 221 106,30
Estônia Jüri Ratas Primeiro Ministro 1.326.549 50 37,69
França Emmanuel Macron Presidente 65.275.714 60.007 919,29
Grécia Kyriakos Mitsotakis Primeiro Ministro 10.422.102 1.953 187,39
Hungria Viktor Orbán Primeiro Ministro 9.659.920 740 76,61
Itália Giuseppe Conte Primeiro Ministro 60.460.310 14.709 243,28
Letônia Arturs Krišjānis Kariņš Primeiro Ministro 1.885.747 97 51,44
Liechtenstein Adrian Hasler Primeiro Ministro 38.130 2 52,45
Lituânia Saulius Skvernelis Primeiro Ministro 2.721.417 215 79,00
Luxemburgo Xavier Bettel Primeiro Ministro 626.061 396 632,53
Malta Robert Abela Primeiro Ministro 441.561 11 24,91
Polônia Mateusz Morawiecki Primeiro Ministro 37.845.912 10.668 281,88
Portugal António Costa Primeiro Ministro 10.196.181 13.343 1.308,63
TOTAL 228.154.613 108.004 473,38

Fonte: Elaboração própria com dados extraídos de EUROPA (2020) e WORLDOMETERS (2020).

Os dados são provenientes do sítio WORLDOMETERS, extraídos no dia 06/07/2020, sendo uma “fotografia” do desempenho de lideranças europeias no primeiro semestre da pandemia no continente europeu. No Espaço Schengen, a população governada por líderes homens é quase o dobro da população governada por líderes mulheres. No entanto, a quantidade de casos ativos de Covid-19 nos países com lideranças femininas é menos da metade dos casos ativos em países com lideranças masculinas. No índice de casos ativos por milhão, a diferença passa de 110. Para fins de parâmetro de comparação, esse valor é equivalente a diferença de homicídios por milhão entre Uruguai e Colômbia (UNODC, 2020). A diferença poderia ser ainda maior se Espanha, Itália e Holanda tivessem registro de casos ativos de Covid-19, pois em números totais, Espanha e Itália estão entre os 12 primeiros lugares e a Holanda está entre os 35 primeiros (WORLDOMETERS, 2020).

Entre os 7 países com lideranças femininas, apenas a Bélgica se destoa negativamente, com mais de 3.000 caso por milhão de habitantes, enquanto, os outros 6 países com mulheres líderes não passam de 121 casos por milhão. É digno de nota que a Alemanha, o país mais populoso do Espaço Schengen, tem menos de 76 casos por milhão. Dos 16 países considerados com lideranças masculinas, 6 estão com mais de 280 casos por milhão de habitantes. Os piores indicadores são da França (que está com mais de 900 casos por milhão) e de Portugal (que está com mais de 1.300). Malta é o país em melhor situação, com apenas 11 casos ativos de Covid-19 por milhão, para a data considerada.

Outros fatores além da liderança podem explicar esses dados, pois nenhum indivíduo governa sozinho e governos anteriores impactam nas gestões atuais. Entretanto, a estatística acima não deixa de ser um referencial que tende a evidenciar a eficiência de mulheres líderes, em contraposição a gritante injustiça do viés (acima mencionado) de que homens seriam líderes melhores. Aliás, os dados acima sugerem que caso fosse considerado algum viés relacionando gênero à eficiência na liderança, deveria ser o de que mulheres líderes são mais eficientes.

Referências

CARBONARO, Giulia. Why have female leaders been so successful in handling COVID-19? CGTN, 2020. Disponível em: <https://www.thejakartapost.com/academia/2020/06/13/women-make-good-leaders-can-more-of-them-rise-to-the-top.html>. Acesso em: 25/06/2020.

EUROPA. Members of the Schengen border-free área, 2020. Disponível em: <https://europa.eu/european-union/about-eu/countries_en#members-of-the-schengen-border-free-area>. Acesso em: 05/07/2020.

GLOBAL HEALTH 50/50. Equality Woeks – The Global Health 50/50 2019 Report, 2019. Disponível em: <https://globalhealth5050.org/wp-content/uploads/2019/03/Equality-Works.pdf>. Acesso em: 01/07/2020.

HENLEY, Jon; ROY, Eleanor Ainge. Are female leaders more successful at managing the coronavirus crisis? The Guardian, 2020. Disponível em: < https://www.theguardian.com/world/2020/apr/25/why-do-female-leaders-seem-to-be-more-successful-at-managing-the-coronavirus-crisis>. Acesso em: 25/06/2020.

MANGENTA, Matheus. Mortes, testes e contágio: como o Brasil se compara a outros países na pandemia de coronavírus, 2020. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52509734>. Acesso em: 02/07/2020.

OUR WORLD IN DATA. Statistics and Research – Coronavirus Pandemic (COVID-19), 2020. Disponível em: < https://ourworldindata.org/coronavirus>. Acesso em: 02/07/2020.

PNUD. Human Development Perspectives: Tackling social norms – a game changer for gender inequalities, 2019. Disponível em: <http://hdr.undp.org/sites/default/files/hd_perspectives_gsni.pdf>. Acesso em: 01/07/2020.

SABARINI, Prodita. Women make good leaders. Can more of them rise to the top? The Jakarta Post, 2020. Disponível em: < https://www.thejakartapost.com/academia/2020/06/13/women-make-good-leaders-can-more-of-them-rise-to-the-top.htmll>. Acesso em: 25/06/2020.

TAUB, Amanda. Why Are Women-Led Nations Doing Better With Covid-19? New York Times, 2020. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2020/05/15/world/coronavirus-women-leaders.html>. Acesso em: 25/06/2020.

UNODC. Victims of intentional homicide, 2020. Disponível em: <https://dataunodc.un.org/content/data/homicide/homicide-rate>. Acesso em: 05/07/2020.

UNWOMEN. Women in politics: 2019. Disponível em: <https://www.unwomen.org/-/media/headquarters/attachments/sections/library/publications/2019/women-in-politics-2019-map-en.pdf?la=en&vs=3303>. Acesso em: 26/06/2020.

WORLDOMETERS, Coronavirus Cases, 2020. Disponível em: <https://www.worldometers.info/coronavirus/>. Acesso em: 06/07/2020.

ZALIS, Shelley. In the COVID-19 era, female leaders are shining — Here’s why. NBC News, 2020. Disponível em: <https://www.nbcnews.com/know-your-value/feature/covid-19-era-female-leaders-are-shining-here-s-why-ncna1227931l>. Acesso em: 25/06/2020.

Sobre o autor

Robson Rael é Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília – UnB (robson.c.rael@gmail.com)

Como citar este artigo

Cite this article as: Editoria, "Mulheres Líderes da Europa no combate à pandemia de Covid-19, por Robson Rael," in Revista Mundorama, 14/07/2020, https://mundorama.net/?p=27365.